Ainda não há comentários

Samurai cristão é beatificado no Japão

Foi beatificado, nesta terça-feira, 7, o mártir japonês Takayama Ukon, senhor feudal e samurai, que viveu no século XVI. Casado e pai de cinco filhos, ele escolheu o caminho do exílio, em vez de renunciar à sua fé cristã.

A Missa de beatificação em Osaka, no Japão, foi presidida pelo Cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos.

Nascido em 1552, foi batizado aos 12 anos de idade quando seu pai abraçou a fé cristã pela pregação do jesuíta São Francisco Xavier.

Na pregação, o Cardeal Angelo Amato reforçou a importância do testemunho de Ukon:

“Ele tinha entendido a mensagem central de Jesus, que é a lei da caridade. Para isso foi misericordioso para com seus súditos, ajudou os pobres, deu sustento aos samurais necessitados. Ele fundou a irmandade da Misericórdia. Ele visitou os doentes, foi generoso em dar esmolas, levando com seu pai Dario, o caixão do falecido, que não tinha família, e disposto a enterrá-lo. Tudo isso causou admiração e desejo de imitar “.

O Cardeal ainda completou:

“Honra e lealdade, era um verdadeiro guerreiro de Cristo, não com as armas de que era um especialista, mas pela palavra e pelo exemplo. A fidelidade ao Senhor Jesus estava tão profundamente enraizada em seu coração, que confortou-o na perseguição, no exílio, no abandono. A perda de sua posição privilegiada não o deixou triste, mas o fez sereno e até mesmo alegre porque era fiel às promessas do Batismo”.

Fonte: Canção Nova

Publicar um comentário